quarta-feira, 16 de junho de 2010

TPC nas férias: sim ou não?



Por Maria José Araújo*


O 3º período está a chegar ao fim e os pais começam a ficar apreensivos. Será que o meu filho vai esquecer o que aprendeu durante o período lectivo?

Como todos sabemos, à maioria das crianças são propostos como TPC ou TPF, tarefas que incluem cópias de textos, repetições de palavras, fichas e problemas que na maior parte das vezes se limitam a reproduzir os conteúdos dos livros ou o que eventualmente foi feito e explicado nas aulas. Este tipo de trabalho, é sentido pelas crianças como um trabalho “excessivo” e “repetitivo” que não as ajuda a valorizar a escola e a criar um sentimento positivo em relação ao acto de aprender. As preocupações que reconheço na maior parte dos pais e outros educadores, resume-se à dificuldade de pensar estes “TPC” sem nunca perder a perspectiva das crianças.



Férias significa: período de descanso de uma actividade constante, como é o caso das aulas. Nesse sentido, para as crianças, como para os adultos, férias é o período em que devemos descansar da actividade que predominou no tempo de trabalho ou das aulas. Para as crianças mais pequenas, férias é sinónimo de poder brincar. Muitas vezes os educadores não deixam as crianças à vontade nas suas brincadeiras, tecendo até considerações sobre a sua importância, para depois lhes proporem outras actividades, como os “TPC”, consideradas mais relevantes para a sua formação. Neste sentido, o brincar aparece aos olhos destes adultos como secundário e pouco relevante. No entanto, a criança brinca para descobrir o mundo, as pessoas e as coisas que estão à sua volta. Brincar faz parte da cultura da infância, é a condição da aprendizagem e garante a energia que dará às crianças a possibilidade de continuar o trabalho escolar quando o novo ano lectivo começar. Nesse sentido, o desafio que deixamos aqui para estas férias é: deixar as crianças brincar.



*Maria José Araújo é Animadora em Escolas do 1º ciclo e em ATL, e autora das obras "Crianças Ocupadas" e "O Quê... Os Adultos não sabem?", Prime Books, 2009 e 2010

8 comentários:

  1. E não se pode brincar a trabalhar?

    ResponderEliminar
  2. Os trabalhos de casa, em férias ou fora delas, são fundamentais para que as crianças se autonomizem e assimilem, pelos seus próprios meios, aquilo que lhes ensinam na escola.

    Quando um professor nos explica uma coisa, explica-a usando a sua própria linguagem e as suas próprias percepções, obrigando o aluno a seguir um raciocínio que não é o seu. É por isso que o aluno (de qualquer idade) precisa de estar a sós com a matéria, de aprendê-la pelas suas próprias palavras, com o seu próprio discernimento. Nunca ouviram uma criança dizer "eu sei o que é mas não sei explicar"? É por isso que ele não sabe explicar; porque não desenvolveu o seu vocabulário próprio.

    Dito isto, trabalho é trabalho, conhaque é conhaque. Os alunos devem ter algum trabalho de férias, como devem ter algum trabalho de casa, sem excessos. O suficiente para que processem e assimilem a matéria do dia (ou do ano) e possam ir brincar um pouco mais espertos.

    Parece-me que o ideal são alguns exercícios para ocupar os primeiros dias de férias, revendo a matéria do ano; e alguns exercícios para ocupar os últimos dias de férias, antecipando a matéria que aí vem.

    ResponderEliminar
  3. No meu tempo tinhamos 3 meses de férias: Julho, Agosto e Setembro.
    A minha (óptima) professora do ensino básico dava-nos "resmas" de trabalhos que eu despachava logo no primeiro mês para poder passar o resto das férias descansadinha.
    Se me sentia sobrecarregada? Se não tinha tempo para brincar? Não jamais.
    Aliás a minha Mãe nunca me deixou ir brincar sem ter os trabalhos de casa feitos e posso dizer que estava, pelo menos, 3 horas todas as tardes na rua.
    Acho que hoje não damos responsabiliddades aos nossos filhos porque coitaditos não têm tempo para ser crianças, porque ficam deprimidos, porque ficam traumatizados e blá blá blá...
    Se eu trabalho todos os dias e tenho essa responsabilidade também tento fazer passar isso ao meu filho. Por outro lado também posso dizer que é dos últimos a chegar ao Colégio (quase às 10h da manhã) e é dos primeiros a sair (às 16h30) e a seguir (se o tempo o permitir) é para a rua que vai brincar, seja no jardim, a andar de trotineta, de bicicleta e nada de ir para casa colar-se à bendita televisão.
    Acho que é uma criança feliz mas que ao mesmo tempo se apercebe que se a Mãe (e Pai) são responsáveis ele também o terá que ser e posso dizer que adora arrumar, limpar e fazer outras tarefas caseiras. Acha que o contrario? Não pois daqui a um tempinho vai ser do pior fazer com que ele arrume o seu quarto ..
    Mas isto é a minha opinião claro :-)
    _ba_

    ResponderEliminar
  4. Concordo plenamente!
    Se lessem livros durante as férias, melhor ainda.

    ResponderEliminar
  5. TPC nas férias? Definitamente NÃO!! Brincar sem obrigações. Brincar e brincar. E brincar. Apenas brincar

    ResponderEliminar
  6. sou contra trabalhos nas férias.

    ler será um bom exercício. e se for por prazer ainda melhor.

    ResponderEliminar
  7. Olá, sou educadora e costumo vir aqui visitar o vosso blog porque me interesso pelos temas. Trabalhos de casa nas férias não! E porquê? Porque como explicaram, férias é tempo de descanso e de brincar. Qt a se se pode trabalhar a brincar, eu acho que não, mas pode-se sim aprender brincando, mas um aprender diferente das tarefas escolares. Ler um livro nas férias é uma tarefa que pode ser interessante, pode e traz de certeza aprendizagem, mas tem de ser visto como lazer. Eu adoro ler e nas férias lia "enoooormes" livros quando era mais nova porque durante as aulas não tinha tanto tempo, ia comigo para a praia, para a rua, para a cama... era o meu momento. E outras actividades podem surgir, as quais são principalmente, de lazer, mas das quais a criança pode tirar proveito e aprender coisas novas: visitar uma quinta pedagógica, aprender a cozinhar, aprender jogos novos com palavras (pictionary, desafio...) ou com contas de somar, dividir (p. ex. Monopoly) e dasafiar os vizinhos a uma competição... entre tantos outros. Fazer cópias? Não me parece.

    ResponderEliminar
  8. fazer trabalhos nas ferias nao ! eu tenho de fazer ? oq é isso nós alunos devemos nos divertir nas ferias isso é injustisa agora um rapaz chegar a casa e a mae dizer para ele trabalhar ? oq é isso? isso é para trabalhar? as ferias sao para aproveitarrr ! agora nas ferias fazer isso? por amor de deus >:( isso nao se faz os meninos como eu devemos brincar,jogar jogos nos divertir nas ferias fazer trabalhos de casa nao! por favor isso nao eu estou de ferias e a minha mae me manda fazer os trabalhos nao gosto disso as ferias sao para aproveitar!!!!! por amor de deus isso nao se faz tenho um irmao com 14 anos que quando tinha 8 a professora nao amandava trabalhos para ferias isso sim!nós nas ferias queremos brincar!!!!!!!com os pais e isso por favorrrr! isso nao se faz é injustiça hoje em dia os rapazes de 8 anos têm trabalhos de casa mas os de 12 e de 14 anos nao têm por favor! por amor de deus!isso nao se faz os meninos têm de brincar descansar ler livros ir á praia e se divertir muito mas agoram trabalhar todos os dias ! nao ! isso nao! por favorrr nao nao nao.

    ResponderEliminar